Na década de 60, vários adolescentes pradenses tiveram que deixar sua terra natal para estudar. Porém, por ocasião das férias, todos voltavam para Prados. O encontro desses jovens conterrâneos durante as férias era motivo de muito alegria, união e companheirismo. Ao mesmo tempo, o reencontro trazia para a cidade; novidades de costumes, pensamentos, posturas e modernidades. Sem os saberem, esses adolescentes estavam promovendo uma revolução comportamental naquela pequena e antiga cidade mineira. Esta turma de amigos era chamada de turma dos estudantes, e às vezes de turma do chapéu.
          Parte desses adolescentes, sustentados por uma sólida amizade e com muito ânimo, se reuniam sempre que podiam para jogar futebol, nadar, subir a Serra de São José e “tomar todas”, entre vários outros divertimentos. Com isso, em 1962, resolveram criar um nome para esta turma; vários nomes foram sugeridos, porém o que agradou a todos foi UCA que quer dizer: União Consumidora de Álcool, devido à grande quantidade de bebida que eles consumiam. Este nome gerou muita “falação” na cidade, principalmente pelas pessoas mais velhas e religiosas. Mas com o passar do tempo, eles acabaram se acostumando.
          Próximo ao carnaval de 1962 a “Turma da UCA” descobriu que poderia fazer renascer o carnaval de rua de Prados. Assim, aqueles grandes amigos resolveram fundar um bloco o qual foi dado o nome de “Bloco da UCA”. O bloco nasceu, a turma cresceu, a rua se encheu e o carnaval de rua de Prados renasceu.
          Nesta época, foi criado também o barUCA, onde todos se reuniam para tomar seus goles. Outro ponto de reunião, era a casa do "Sô Mamede", onde eles se encontravam para beber, conversar, jogar ping-pong, baralho e outros jogos mais. Foi lá que surgiu a BatUCAda (a bateria da UCA) e os sambas e marchinhas do Bloco. A casa do "Sô Mamede" é que deu grande sustentação para a UCA, era lá que havia os ensaios da bateria e a maioria das reuniões.(continua...)

HISTÓRIA DA UCA
História